14 de fevereiro de 2017

Posts da página do Facebook (6)

O critério que presidiu à publicação de todas as obras que têm vindo a ser mostradas, na página do Facebook ou aqui neste blogue, foi o de apresentar obras que foram publicadas na imprensa (mesmo que há muito tempo, como as capas de Revistas, de livros ou outras publicações), obras que fazem parte de colecções dos Museus Nacionais, ou de outras instituições que em alguma altura apresentaram essas mesmas obras em exposições, exposições que terão tido lugar nalgum período entre 1978 e 2017. E ainda, obras que tenham feito parte de Catálogos de Leiloeiros, e que por isso deverão ter já estado disponíveis nalgum período, online. 

Eis aqui mais algumas:

"Telhados de Lisboa" - 1945
Esta obra "Telhados de Lisboa" - 1945, está no catálogo e esteve presente na exposição do Centenário de nascimento de Mestre António Soares - Porto (1994) e Funchal (1995)


"Sabonete Feno de Portugal - FSC" - 1933
Esta imagem aparece publicada em vários blogues, mas sabemos que todas as fotos desta época (entre 1933 e 1935) foram editadas pelo Mestre António Soares.

"Estudo para papel de embrulho - FSC (Fábrica Santa Clara)" - 1933
Este estudo e as quatro fotos abaixo, composições publicitárias para o sabonete Feno de Portugal,foram apresentadas a público, pela primeira vez, na exposição “Olhares – os estudos e os desenhos” nas comemorações do 120º aniversário de nascimento de António Soares (1894-1978) na Fundação Escultor José Rodrigues de Set2014 a Mar2015; este "Estudo para papel de embrulho - FSC (Fábrica Santa Clara)" - 1933, esteve também presente na Galeria Nave (actualmente Museu do Design da Câmara Municipal de Matosinhos) na Exposição realizada no âmbito da Experimenta Design 2015, entre Nov2015 e Mar2016


"Feno de Portugal - FSC" - 1933

"Feno de Portugal - FSC" - 1933

"Feno de Portugal - FSC" - 1933

"Feno de Portugal - FSC" - 1933

12 de fevereiro de 2017

Posts da página do Facebook (5)

Mais algumas imagens de obras que foram exibidas em exposições colectivas e individuais:

"Ponte D. Luís - Porto" - 1935
A "Ponte D. Luís - Porto" - 1935, pertence à colecção da Fundação Calouste Gulbenkian, está neste momento em exibição na Exposição "Porto com Sentido" na Fundação Manuel da Mota, no Mercado do Bom Sucesso, no Porto.

"Floração de reflexos nas águas do Douro" - 1962
"Floração de reflexos nas águas do Douro" - 1962, apareceu publicado numa Agenda com obras de vários coleccionadores particulares

"À Vara Larga" - 1930
"À Vara Larga" - 1930, um estudo para um telão teatral, esteve na exposição do Centenário de nascimento de Mestre António Soares - Porto (1994) e Funchal (1995)

"Retrato da menina Maria António de Mello Breyner, filha dos Condes de Mafra" - 1932
Este "Retrato da menina Maria António de Mello Breyner, filha dos Condes de Mafra" - 1932, pertence também à colecção da Fundação Calouste Gulbenkian, e a última vez que esteve em exposto foi em 2015 na Exposição "Olhares", na própria Fundação.

"Panorama de Alfama - a Igreja de Santo Estêvão" - 1966
Este óleo, "Panorama de Alfama - a Igreja de Santo Estêvão" - 1966, pertence à colecção do Banco de Portugal

"Retrato de Madame António Soares" - 1930
"Retrato de Madame António Soares" - 1930, esteve presente na exposição “Olhares – os estudos e os desenhos” nas comemorações do 120º aniversário de nascimento de António Soares (1894-1978) na Fundação Escultor José Rodrigues de Set2014 a Mar2015

"Terra Portuguesa - estudo" - 1936
"Terra Portuguesa - estudo" - 1936, para uma das duas obras encomendadas para a Exposição do Ano X da Revolução Nacional, em 1936, pertence à Fundação Escultor José Rodrigues; esteve presente na exposição “Olhares – os estudos e os desenhos” nas comemorações do 120º aniversário de nascimento de António Soares (1894-1978) na Fundação Escultor José Rodrigues de Set2014 a Mar2015


11 de fevereiro de 2017

Posts da página do Facebook (4)

Mais algumas publicações:

"Chá das Cinco - A Hora do Pecado" - 1921 
Publicado num dos primeiros números do Diário de Lisboa, diário vespertino cujo logotipo é também de António Soares, foi ele um dos primeiros colaboradores artísticos deste jornal, juntamente com Almada Negreiros e Jorge Barradas, entre outros. Esta é uma reprodução do desenho no periódico.

"Colheita de maçãs" - 1922
"Colheita de maçãs" - 1922, pertence à colecção da Fundação Calouste Gulbenkian

"À Garçonne" - 1928 - Revista Ilustração

"Mulher sem nome" - 1928
 "Mulher sem nome" - 1928, pertenceu, durante muitos anos à colecção da Cooperativa Artística Árvore, do Porto

"Auto-retrato com chapéu" - 1930
"Auto-retrato com chapéu" - 1930, pertence à colecção de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian

"No terrace du Café des Plaires" - 1922
"No terrace du Café des Plaires" - 1922, pertence à colecção do MNAC - Museu do Chiado, e esta obra foi também capa do catálogo da Exposição "Modernismo Feliz - Art Déco em Portugal", que foi uma primeira abordagem ao período do Modernismo, que teve lugar entre Junho e Novembro de 2012

"Menina sentada - Judite" - 1925
"Menina sentada - Judite" - 1925, pertence à colecção da Fundação Mário Soares

10 de fevereiro de 2017

Posts da página do Facebook (3)

Mais uma série de obras, e publicações:



"Varinas" - 1922
 "Varinas" - 1922, pertence à colecção do Museus da Cidade de Lisboa

"Saloias na Estrada" - 1930
 "Saloias na Estrada" - 1930, pertence à colecção do MASP - Museu de Arte Contemporânea de S. Paulo

"Elegante num café em Paris" - 1921
"Elegante num café em Paris" - 1921 (apareceu em catálogos digitais de leiloeiros)
"Cartaz" - 1918
"Cartaz" - 1918, foi a primeira capa ilustrada desta revista, uma das primeiras colaborações de "graphic-design"

"Stand da Casa TÁTÁ" - 1928
Foi com este "Stand da Casa TÁTÁ" - 1928, que Mestre António Soares ganhou o 1º Prémio do Salão Vogue da Elegância Feminina, e começou a mostrar o seu arrojo em arquitectura e design...

"A Revolução de Maio - Cartaz para o filme de António Lopes Ribeiro" - 1938

"Coristas da Folies Bergères - série Lutécia" - 1944

As "Coristas da Folies Bergères - série Lutécia" - 1944, é uma obra pertencente à Fundação Calouste Gulbenkian; esteve presente na exposição “O Modernismo Feliz – Art Déco em Portugal” MNAC-Museu do Chiado de Junho a Nov2012

9 de fevereiro de 2017

Quem eram os "Modernos", ou "Modernistas"?...

Num excelente artigo de autoria do Dr. Carlos Bártolo, publicado no RIHA Journal - o Jornal da Associação Internacional dos Institutos de Pesquisa em História de Arte (Journal of the International Association of Research Institutes in the History of Art), descobrimos algumas imagens muito interessantes que, com a devida vénia ao autor, nos atrevemos a publicar, alguns excertos, com uma tradução livre:

(...) [7] O magazine (o Notícias Ilustrado) era dirigido e suportado pela colaboração de várias figuras da geração dos Modernistas Portugueses. Este era um grupo multidisciplinar de artistas – das belas-artes à literatura, fotografia, arquitectura, etc. – o qual, desde meados dos anos 10, por vezes subdivididos em diferentes períodos ou grupos, exercia uma abordagem a algumas das ideias e atitudes dos últimos movimentos artísticos